Ribeiro Bonito

A nice 10km walk where you will be guided by four caches

Grutas do Paúl

A great set of amazing caves carved into the stone.

Boca das Voltas

Boca das Voltas is a secret viewpoint offering a great scenary. It is ideal to those who enjoy a nice walk in the middle of the forest.

Cais de São Jorge

An historic pier that was once the gate to the north of the island. A beautiful panoramic view at the tip of the pier.

Garganta Funda

A huge 140m waterfall hidden from the common muggle. A test to your corage and a great view at the end.

Arte de Portas Abertas

A simple, old street that was transformed into an art galery. This multicache makes you look closely at each door. Discover its secrets!

O Pescador do Arieiro

This is a funny multi with only two stages that can be done in a short period of time. The cache is located near Pico Arieiro and offers stunning views.

The Cliffs

This multi cache will take you to walk along cliffs that reach from 250m to 500m altitude. The trail will present you with beautiful landscapes and interesting geological phenomena.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

Geocache of the Week - Senhora da Pedra



GOTW Senhora da Pedra, Madeira Portugal


Senhor da Pedra—Geocache of the Week


Traditional
 
GC2ZWP5
 
by luisftas
 
Difficulty:
 
4
 
Terrain:
 
3.5
Location:
 
Arquipélago da Madeira, Portugal
 
N 32° 50.110 W 016° 54.419
 
 


GOTW Senhora da Pedra, Madeira Portugal
GOTW Senhora da Pedra, Madeira Portugal

Off the southwest coast of Portugal and northwest coast of Africa lies the beautiful archipelago of Madeira. It is the outermost region of the European Union and an autonomous region of Portugal. Known for its idyllic climate, flowing wine, romantic beaches, and sheer cliffs, Madeira is also home to close to 1,200 active geocaches.
You must be thinking, “Geocaching in gloriously warm climate with stunning landscapes and flowing wine—where’s the grit and the character-building adventure of that?!” Luckily, this traditional cache provides a mildly challenging hike with a big pay off in a phenomenal location. Perfect!
You’ll start your journey at the São Jorge (St. George) lighthouse, a sweet little spot to prepare for your trek and take in the ocean views. The lighthouse was, “…designed in 1948 and started to function in 1959. Its structure is a cylindrical tower 14-meters high, and the focus is at an altitude of 271 meters. Its light has a range of 16 miles, and its operation is automated in 1986 after being electrified in 1962.”


São Jorge (St. George) lighthouse
São Jorge (St. George) lighthouse

The next step is to find the path to the geocache. Once you are on the path, you will see why this geocache earned its 3.5 terrain rating. There are many paths—will you take the correct one? Will your path be full of mud with no alternate route? Will you slip and fall in the mud? Will this actually be worth it? Stay strong, intrepid geocachers, because yes, the payoff will be worth it.


Path to the geocache
Path to the geocache

At the end of the path on the very edge of a cliff, you will find a very large rock. Many years ago it broke free from the hills above, rolled down the rugged terrain, then suddenly stopped right on this precipice. This was so amazing and odd that the locals built a small shrine in honor of the “Lady of the Stone” and placed it underneath the boulder. This “monument’ is full of religious statues, candles, flowers, stones, and other knickknacks. It is also a wonderful place for quiet reflection and to sign a logbook.


Path to the geocache
Path to the geocache

If this amazing rock and little shrine weren’t enough, check out that view! On the left you can see Porto Moniz very far away, while on the right you can look down and see the old pier of São Jorge. Can it get any better than this?


View from above the rock
View from above the rock

Recent logs:
Siggi72This is my second time visiting Madeira but the first time with Geocaching. Without geocaching I wouldn’t have seen this “balancing” rock with the small shrine and the great views. Thanks for showing!


Amazing location for a geocache
Amazing location for a geocache

ComètesOn our way, we could not miss this cache, that we already bookmarked in France when preparing our trip. Its D/T ratio is the only one missing in on matrix. We first discovered the lighthouse, then went down to GZ. 148 steps later, we were at the right place. A special place, as many ones that we can discover since we are practising geocaching. We found the box with the help of the spoiler. While we were signing the logbook, a rainbow appeared above the Ocean. To celebrate our fully filled matrix? Thank you for this great cache!


At the shrine under the rock
At the shrine under the rock

ED77First we had problems to find the right access and had almost given up. Fortunately we found the right way otherwise we have missed a great adventure and a total crazy place! The path down was a real adventure but at the end worth every step How curious to place a shrine under this huge stone! We enjoyed the mystic and peaceful place, stayed some time staring at the sea This place is worth a favorite point


Just before the geocache
Just before the geocache
Great view and a great experience
Great view and a great experience
The shrine
The shrine
Gorgeous views
Gorgeous views
View to the right
View to the right
Even pooches love this geocache
Even pooches love this geocache


Source: https://www.geocaching.com/blog/2016/12/senhor-da-pedra-geocache-of-the-week/ (01/2017)

quinta-feira, 15 de dezembro de 2016

GeoFoto

Com a rubrica "GeoFoto", o sítio GeoPT  pretende lançar um passatempo interno entre os utilizadores do forum, que permita divulgar as suas fotos, bem como caches ou histórias por detrás desses momentos.

Aqui ficam as minhas participações com mais destaque:

Tema: 
Macro: Visto de Perto!

Tema: 
Quatro Elementos


Tema: 
Portas / Janelas


sexta-feira, 29 de abril de 2016

Salto do Patagarro










Translation: 

SALTO DO PATAGARRO / RIBEIRA DE SANTA LUZIA





CACHE: 
  • O Patagarro é uma das 8 espécies de aves marinhas que nidifica no arquipélago da Madeira.
    Conhece mais pesquisando o Projecto Puffinus.
  • A cache está situada na Ribeira de Santa Luzia
  • Não existe trilho. Deverás improvisar, tendo de atravessar várias vezes a ribeira.
  • Para lá chegar existem outras alternativas mas esta será a mais simples 
  • Há a possibilidade de conjugar com outras caches da área: GC4FVVW, GC17K6C, GC17K5H e GC3T7QN.
  • O local possui fraco sinal GPS pelo que deverão utilizar os spoilers e dicas fornecidas. 
  • A dificuldade desta cache depende do caudal da ribeira. Durante os meses de verão o acesso poderá ser mais simples mas a cascata poderá estar seca. Analisa as condições e não arrisques.
  • O percurso deverá ser feito apenas com boas condições climatéricas.
  • Deverás levar água e comida, roupa e calçado apropriados (roupa e calçado extra para o caso de te molhares).
  • A utilização de um bordão é recomendada.
  • Parking - Cache - Parking: 9 km, 4h




CACHE: 
  • The Patagarro is one of the 8 species of seabird that nests in the Madeira archipelago. Know more by searching for the Project Puffinus.
  • The cache is located in Ribeira de Santa Luzia.
  • There is no trail. You have to improvise, having to cross the river several times.
  • To get there, there are other alternatives but this is probably the easiest. 
  • It is possible to combine with other caches in the area: GC4FVVW, GC17K6C, GC17K5H and GC3T7QN.
  • The location has weak GPS signal and you should therefore use the spoilers and hints provided.
  • The difficulty of this cache depends on the flow of the stream. During the summer months access may be simpler but the waterfall may be dry. Analyze the conditions and don't take risks.
  • The course must be done only with good weather conditions.
  • You should bring water, food, clothing and appropriate footwear (extra clothing in case you get wet). 
  • The use of walking poles is recommended.
  • Parking - Cache - Parking: 9 km, 4h

Flag Counter

domingo, 3 de abril de 2016

Madeira Digital Magazine - Abril 2016


Interview GeoMagazine 2015 - Geocaching in Porto Santo


sUPLEMENto DE VERÃo - Agosto 2015 - EDIÇÃo 16 

A ilha do Porto Santo tem 42,48 km² de área e 5.483 habitantes (censos 2011). Situando-se a apenas 40 quilómetros da ilha da Madeira.
Apesar de se localizar muito perto não podia diferir mais da ilha vizinha...
 A Madeira destaca-se pela floresta Laurissilva e pelo verde das suas abruptas montanhas.
O Porto Santo é geologicamente muito mais velho que a Madeira e apresenta uma estrutura complexa e fortemente erodida. O seu solo é arenoso, a pluviosidade é baixíssima (comparada com a da Madeira) e é extremamente plano.
O Porto Santo é muitas vezes apresentado como uma extensa praia de 9km com um pouco de ilha a
acompanhar, sendo o destino de praia de muitos madeirenses que, principalmente no mês de Agosto,
afluem em massa até a ilha vizinha. A ilha é marcada por uma forte sazonalidade e isso é notório tanto nos preços praticados como nos serviços disponíveis.
Será então o Porto Santo aquele destino para apenas uma escapadinha de fim de semana?
Julgo que não.
A praia mantém os seus 9km de areia mas a ilha cresceu.
Cresceu em atividades e no número de locais para visitar, sítios que até então eram do conhecimento de poucas pessoas. O geocaching foi uma das atividades que cresceu e ajudou a mostrar um novo Porto Santo. A ilha já não se limita à rotina diária de vila-praia, praia-vila com uma lambeca pelo meio. Agora há muito mais para ver e para fazer.



Apesar da ilha ser no geral plana, apresenta de 9 picos e como é de esperar, todos eles com uma ou mais geocaches. O Pico do Facho [GC3R57F] é o mais alto, com apenas 516 metros de altitude, e tem ali mesmo ao lado o Pico Juliana [GC3R5BA]. Segundo a história, quando eram avistados piratas acendiam-se fogueiras para avisar a população e se a visibilidade permitisse, eram visíveis na ilha da Madeira, que recebia a informação com algumas horas de antecedência para se preparar. O Pico Castelo (Percurso Recomendado 2) é o que mais se destaca na paisagem pela sua forma em cone. Na sua base, um muito visita do miradouro [GC4NFHP] mesmo no fim da estrada. No topo e
após vários degraus encontramos não só uma cache [GC374XD] como um jardim, uma panorâmica para grande parte da ilha e uma fortaleza do século XVI, símbolo da defesa das populações dos continuados ataques piratas à Ilha.
O Pico Branco (Percurso Recomendado 1) tem para oferecer 3 caches, interessantes fenómenos geológicos e uma paisagem bonita, com as mais altas montanhas da ilha à sua frente e atrás uma costa recortada e moldada pelo Oceano Atlântico.
O Pico da Ana Ferreira sempre foi um dos pontos mais visitados da ilha. Uma estrada de terra conduz os visitantes até à zona da pedreira [GC1YZN6] onde podemos contemplar um leque de disjunções prismáticas. No entanto, convidamos-te a ir mais longe e a explorar as duas geocaches situados no topo do pico [GC3R58M] e [GC3W0KE]. Para além da excelente panorâmica para a ilha, caminhar
neste pico dá-nos a estranha sensação de andarmos em cima de teclas de um piano. Ali mesmo ao lado o Pico Espigão [GC3VT3N] e a sua crista descansam sobre o sítio dos Morenos [GC4HJ5Y],
local ideal para uma merenda e para uma visita ao miradouro da Ponta da Canavieira [GC3TKR1].


“O Porto Santo é geologicamente muito mais velho
que a Madeira e apresenta uma estrutura complexa e
fortemente erodida.”


Para além dos picos poderás explorar outras zonas balneares.
O areal de 9km a sul não é o único lugar onde poderás fazer praia. O Porto Santo também tem outra
praia paradisíaca de cor turquesa, curiosamente uma praia de calhau, desconhecida da maioria dos seus visitantes: a Praia do Zimbralinho [GC3WA77], uma pequena baía situada a sudoeste da ilha entre o Pico das Flores e os Morenos. Esta pequena praia de calhau rodeada por falésias banhadas de águas cristalinas, é digna de uma visita, sendo o seu acesso por percurso pedestre.
Na zona da Serra de Fora poderás mergulhar na praia do Porto dos Frades [GC3TKJH].
Este local é também ponto de partida para um percurso junto à costa até a Ponta da Galé [GC3VZ97] (com a possibilidade de se continuar até ao porto) onde encontrarás algumas zonas para mergulhar. É também no Porto dos Frades que poderás visitar a Praia do Gastão [GC3VZ7C], uma praia recatada com um percurso interessante que é especialmente recomendada durante a maré baixa. Para finalizar, que tal umas piscinas naturais com água cristalina e fundo de areia? Poderás optar pelo Porto das
Eiras [GC3NHBW], selvagem e de difícil acesso ou pelo Porto das Salemas [GC374YK] com acesso simples a veículos TT ou à distância de alguns metros para os que optarem por descer a pé. Para usufruir destes locais é obrigatório ir com a maré baixa pois só assim poderão tirar proveito das piscinas. Em ambos os locais um olhar desatento poderá levar a que não se encontrem as melhores
piscinas. Explora os cantos do lado direito e serás surpreendido.



Para além dos picos e de zonas balneares mais remotas, existem também alguns locais mais distantes das estradas e da civilização. Logo após a Fonte da Areia [GC4TZA69], miradouro que é um bom ponto de observação de fenómenos geológicos e da costa norte, encontrarás uma área com dunas.
Neste local encontrarás a cache Tesouro de Areia [GC4DWR0] e terás a sensação de estar num micro deserto. Depois, entre o Aeroporto e o Campo de Golf, encontram-se uma série de trilhos em terra que fazem as maravilhas dos amantes do Todo o Terreno. As moto4 são um meio de deslocação muito popular e útil nesta área. Por cá encontrarás mais algumas caches, algumas bastante acessíveis e outras mais junto à costa que requerem mais cuidados.
As recentes caches, A vigia [GC5TRKZ] e Northern Coast [GC5TRK5], sugerem uma visita a outra área remota da ilha.
E já que falamos em remoto. Que tal uma visita a um dos 6 ilhéus do Porto Santo, o Ilhéu de Cima [GC58MP8]?
Com a devida antecedência poderão contactar o Parque Natural da Madeira e agendar uma visita a este ilhéu. Terão a oportunidade de efetuar uma visita guiada por um vigilante que vos dará informações relevantes sobre o local.
Para aqueles dias de maior preguiça, há vários pontos acessíveis na ilha que merecem uma visita. Para além dos miradouros anteriormente mencionados, também poderão visitar os miradouros da Ponta da Calheta [GC3V5AN], das Flores [GC16F1H] e os miradouros da Portela [GC2DJE5] e das Lombas [GC3T4HX] ambos com os tradicionais moinhos de vento.
O Porto Santo conta também com alguns espaços verdes. Destacamos pelo seu tamanho (5mil m2), por possuir um mini zoo e por o seu verde contrastar com o terreno árido em toda a
sua volta, a Quinta das Palmeiras.
Um autêntico Oásis no centro da ilha.





Já descobriram as mais de 80 caches de diferentes tipos e níveis na ilha?
Ainda há mais.
Poderão efetuar várias atividades ligadas ao mar (mergulho, windsurf, SUP, kitesurf e passeios de barco), hipismo, safaris de Jeep, passeios de bicicleta, utilizar os courts de ténis e de paddle ou quem sabe uma experiência de golf [GC3YZWW].
O Porto Santo organiza vários eventos durante todo o ano relacionados com as mais diversas temáticas como concentração de motards, caça, rali, carnaval, festivais gastronómicos, competições de trail, etc.
De entre todos estes destaco as festas de São João em junho e o Festival Colombo em
setembro, que recria a chegada de Colombo à ilha. Assim como cortejos, feiras e mercados ao ar livre e ainda uma série de eventos à noite.
É muito fácil de chegar à ilha, com o ferry, a partir da Madeira (2h30m), ou de avião
até ao seu aeroporto internacional.
A ilha dourada espera por ti!


Texto / Fotos: Luís Freitas (luisftas)


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Geocaching Video