Ribeiro Bonito

A nice 10km walk where you will be guided by four caches

Grutas do Paúl

A great set of amazing caves carved into the stone.

Boca das Voltas

Boca das Voltas is a secret viewpoint offering a great scenary. It is ideal to those who enjoy a nice walk in the middle of the forest.

Cais de São Jorge

An historic pier that was once the gate to the north of the island. A beautiful panoramic view at the tip of the pier.

Garganta Funda

A huge 140m waterfall hidden from the common muggle. A test to your corage and a great view at the end.

Arte de Portas Abertas

A simple, old street that was transformed into an art galery. This multicache makes you look closely at each door. Discover its secrets!

O Pescador do Arieiro

This is a funny multi with only two stages that can be done in a short period of time. The cache is located near Pico Arieiro and offers stunning views.

The Cliffs

This multi cache will take you to walk along cliffs that reach from 250m to 500m altitude. The trail will present you with beautiful landscapes and interesting geological phenomena.

quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Cascatas do Lombo / Ribeira do Moinho



Total: 1,2km, 20 minutos

Em pouco mais de 600m passamos do alcatrão da Via Expresso para uma área onde a Natureza está intocada. Pelo meio e para que a transição seja suave, iremos caminhar por entre pequenos palheiros e terrenos cultivados onde a vinha é dominante.
Todo o percurso até a ribeira é feito numa vereda em boas condições e sem qualquer perigo.
O nível 4 é apenas justificado pelos últimos metros que serão percorridos dentro da ribeira.
O sinal GPS será bastante fraco nesta área. Sobe um pouco e procura pelo spoiler.
Os mais audazes poderão subir um pouco mais mas não é recomendável.
Evita fazer esta cache à noite, quando as condições climatéricas não são as melhores e quando o caudal da ribeira for demasiado elevado.
Procura sempre respeitar os agricultores, as vinhas e o ambiente.


Total: 1,2km, 20 minutes

In just over 600m we go from the Express Highway's tarmac to an area where nature is untouched. Between both and so that the transition may be smooth, we will walk among small barns and cultivated land where the vineyard is dominant.
All the way to the river is done on a footpath in good conditions and without any dangerous areas.
Level 4 is only justified by the last meters that will be done within the stream.
The GPS signal is very weak in this area. Go up a bit and look for the spoiler.
The more daring geocachers can climb a bit more but it is not recommended.
Avoid doing this cache at night, when the weather conditions are not the best and when the flow of the river is too high.
Always respect farmers, vineyards and the environment.


Madre do Norte


A Levada do Norte é uma das mais emblemáticas da Ilha da Madeira. A Levada do Norte é uma levada de significativas dimensões e caudal, construída com o objectivo de transportar água para rega, desde o Seixal e São Vicente no norte, até ao sul, nomeadamente até aos concelhos da Ribeira Brava e de Câmara de Lobos. Com uma extensão de cerca de 60 km, dividida em três troços, a importância da Levada do Norte foi, logo aquando da sua inauguração, reconhecida como obra estruturante para o desenvolvimento da Madeira. 

A Levada do Norte começou a ser construída em 1947. Contudo, foi apenas 5 anos depois, em 1 de junho de 1952, que a água correu pela primeira vez, transportando para o sul as águas captadas nas Fontes da Hortelã (Seixal) e São Vicente, no norte. Os mais altos dignitários do Estado Português deslocaram-se à Madeira para consagrar a abertura da Levada. Centenas de cidadãos apadrinharam os primeiros passos da água na Levada do Norte, percorrendo-a desde a Ribeira Brava até Câmara de Lobos, onde decorreu uma missa campal. Até então, e como comprovam relatos arrebatados da época, a Levada do Norte corporizava a mais complexa e morosa obra humana alguma vez realizada na Madeira.

A Levada do Norte também é muito importante, não só como recurso hídrico mas também para a produção de energia alimentando as centrais hidroeléctricas da Serra d'Água e dos Socorridos.


Levada do Norte (Levada from the north) is one of the most emblematic of the island of Madeira. Levada do Norte is a levada with significant dimensions and flow, built in order to transport water for irrigation from Seixal and São Vicente in the north to the south, particularly to the municipalities of Ribeira Brava and Câmara de Lobos.
With a length of about 60 km, divided into three sections, the importance of Levada do Norte was, shortly upon its opening, known as a structuring project for the development of Madeira.

Levada do Norte started being built in 1947. However, it was only five years later, on June 1, 1952, that the water flowed first, carrying the waters to the south captured in Fontes da Hortelã (Seixal) and São Vicente in the north. The highest dignitaries of the Portuguese State traveled to Madeira to consecrate the opening of the l. Hundreds of citizens patronized the first steps of the water in Levada do Norte, covering it from Ribeira Brava to Câmara de Lobos, where an outdoor mass was held. Until then, and as evidenced by reports at the time, Levada do Norte embodied the most complex and time-consuming human work ever held in Madeira.

Levada do Norte is also very important, not only as a water resource but also for the production of energy feeding the hydroelectric plants of Serra d'Água and Socorridos.


CACHE: 


  • A cache está situada na madre da Levada do Norte
  • Para lá chegar existem inúmeras alternativas e possibilidades de conjugar com outras caches da área. 
  • Nenhuma das alternativas é fácil e geralmente incluem muitos KMs, desníveis elevados, levadas desprotegidas e escorregadias e túneis. 
  • Aqui são dadas apenas as coordenadas para uma das hipóteses que poderá ser a mais simples.
  • O local possui fraco sinal GPS pelo que deverão utilizar os spoilers e dicas fornecidas. 
  • Deverá efectuar esta cache com boas condições climatéricas, levando consigo comida, água e lanterna.



  • The cache is located where Levada do Norte begins, at its source.
  • To get there there are numerous alternatives and possibilities to combine with other caches in the area.
  • None of the alternatives are easy and usually include many KMs, high unevenness, exposed and slippery levadas, and tunnels.
  • Here you are only given the coordinates for one of the hypotheses that could be the easiest.
  • The location has weak GPS signal and you should therefore use the spoilers and hints provided.
  • You should do this cache with good weather conditions, carrying food, water and a flashlight.








Documentário: https://plus.google.com/photos/+Amigosdoparque/albums/5834106981241307969/5834106979583388706?pid=5834106979583388706&oid=101545345393749302271

quarta-feira, 29 de abril de 2015

Jardim Publico da Ajuda / Praceta do Fontenário



Translation:

Jardim Publico da Ajuda

Este espaço verde, aberto ao público em Agosto de 2005, ocupa uma superfície de 11.500 m2. A pré-existência de bananais em plena produção e de um extenso muro de pedra seca para abrigo dos ventos, bem como a disponibilidade de água da Levada dos Piornais, constituíram um desafio e foram determinantes no desenho do Jardim, na medida em que se pretendeu assegurar um registo funcional da memória do lugar. Nesse contexto, propôs-se a delimitação de um conjunto de hortas municipais, cuja concretização em plena área urbana é uma inovação no concelho do Funchal. Uma das zonas mais emblemáticas do jardim é a Praça dos Dragoeiros, pontuada por um conjunto de 6 exemplares desta espécie da flora indígena da Madeira. A praça é atravessada por um canal de água adoçado a uma fonte-dragão.
Noutro ponto do jardim, uma estreita levada, com origem simbólica num til, executa um percurso sinuoso indo desembocar num pequeno lago, a partir do qual a água é novamente reciclada. A nível de equipamento destaca-se uma zona específica para crianças, um parque infantil, como também um parque geriátrico, dois campos para a prática da Petanca, um campo com tabela de basquetebol, duas mesas de ping-pong, três mesas para jogos, dois fontanários recuperados e algumas peças de arte urbana foram também incluídos neste espaço verde e 6 hortas municipais. Em termos de estrutura verde, o jardim dispõe de amplas clareiras relvadas, aptas a receber as mais diversas iniciativas, enquadradas por maciços arbóreo-arbustivos. Entre as espécies escolhidas a nota dominante vai para a flora tropical, podendo identificar-se 16 espécies distintas de palmeiras, no sentido lato. Nos estratos inferiores, a alternância de períodos de floração e a harmonia versus contraste entre cores, texturas e formas do material vegetal são as características mais visíveis.



Programa das Hortas Urbanas Municipais
Objectivos do projecto:

• Promover a agricultura urbana e contribuir para a segurança alimentar e a melhoria e diversificação das dietas;
• Demonstrar que os espaços verdes também podem ter uma função de produção, para além da protecção e do recreio;
•Servir de modelo para a ocupação espontânea de terrenos abandonados ou sem uso definido, responsabilizando os munícipes pela gestão activa dos espaços públicos;
• Recriar a ligação entre o campo e a cidade e incentivar o contacto com a Natureza;
• Melhorar a circulação da água e harmonizar a paisagem e o ambiente urbano em geral, favorecendo o conforto das populações e a biodiversidade potencial do meio.

CACHE:
Para realizar esta cache não precisa de cumprir os horários do parque.
O parque encontra-se aberto das todos os dias das 9 as 20 (Horário de Inverno) e das 9 as 22 (Horário de Verão).


Flag Counter

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Quinta Vigia


QUINTA VIGIA

 

A Quinta Vigia, localizada na cidade do Funchal, é a residência oficial do Presidente do Governo da Região Autónoma da Madeira. O nome original desta quinta era Quinta das Angústias, em virtude de possuir uma capela datada do século XVII que invocava Nossa Senhora das Angústias. A quinta foi renomeada "Quinta Vigia" em 1982, depois de já ter desaparecido a Quinta Vigia original, situada nas proximidades e em cujo terreno se construiu o actual Hotel Pestana Casino Park.
Por esta quinta passaram várias personalidades ilustres, entre as quais se encontram Maximiliano, duque de Leuchtenberg (genro do czar Nicolau I), que ali se instalou em 1849 numa tentativa de tratar a sua doença. A 28 de Agosto de 1852 a imperatriz Amélia, viúva de Pedro IV, tomou residência na quinta procurando a cura da tuberculose da sua filha, a princesa Maria Amélia (na época era atribuídas propriedades curativas aos ares da Madeira). O esforço de D. Amélia revelou-se em vão, pois a jovem princesa viria a falecer em Fevereiro de 1853.
Pouco tempo depois o Conde Alexandre Carlos Lambert, antigo ajudante de campo da imperatriz da Rússia, adquiriu a quinta, tendo alterado o nome desta para Quinta Lambert. A quinta regressou ao seu antigo nome de Quinta das Angústias quando foi adquirida pelo madeirense João Paulo de Freitas em 1903.
Em 1979, quando o regime autonómico já tinha sido implantado na Madeira, a quinta foi comprada pelo Governo Regional. Durante algum tempo as suas instalações foram usadas para abrigar o Conservatório de Música da Madeira, até que este foi transferido para o antigo Hotel Nova Avenida em 1981. Depois de obras nos seus jardins, na capela e no palácio, a quinta foi inaugurada como residência oficial do Presidente do Governo a 2 de Maio de 1984. Os jardins da quinta encontram-se abertos ao público, sendo principalmente visitados por turistas. A quinta proporciona igualmente uma bela perspectiva sobre a baía do Funchal.

 

Quinta Vigia, located in Funchal, is the official residence of the President of the Autonomous Region of Madeira. The original name of this estate was Quinta das Angústias, by virtue of having a chapel dating from the seventeenth century which invoked Our Lady of Anguish. The estate was renamed "Quinta Vigia" in 1982, already after the disappearance of the original building, located in the vicinity and in whose land they built the current Pestana Casino Park.
Several distinguished personalities spent some time in this estate, among which are Maximilian, Duke of Leuchtenberg (Tsar Nicholas I's son in law), which were installed in 1849 in an attempt to treat their disease. In August 28, 1852 Empress Amelia, Pedro IV's widow, took up residence on the estate looking for the cure of tuberculosis of his daughter, Princess Maria Amelia (at the time healing properties were attributed to the air in Madeira). The effort of Amelia proved to be in vain, for the young princess would die in February 1853.
Shortly after the Count Alexandre Charles Lambert, a former aide of the empress of Russia, acquired the farm, and changed the name to Quinta Lambert. The estate returned to its former name, Quinta das Angústias, when it was acquired by the madeiran João Paulo de Freitas in 1903.
In 1979, when the autonomic regime had already been introduced in Madeira, the estate was bought by the Regional Government. For a while its facilities were used to house the Music Conservatory of Madeira, until it was moved to the former New Avenue Hotel in 1981. After works in their gardens,  in the chapel and in the palace, the estate was opened as an official residence of the President of the Government on 2 May 1984. The estate's gardens are open to the public and are mainly visited by tourists. The estate also offers a beautiful view over the bay of Funchal.


CACHE:
As stages não têm uma ordem definida. Procura a informação pedida em ambos os pontos e descobre as coordenadas finais.
Não é necessário entrar na quinta, no entanto aconselha-se a conhecer os seus belos jardins. 
A entrada na Quinta, encontra-se acessível de Segunda-Feira a Sexta-Feira das 9:00 às 12:00 e das 14:00 às 17:30 

The stages don't have a particular order. Search for the requested information in both stages and discover the final coordinates.
You don't need to enter the manor estate's premises, however I recommend a visit to its beautiful gardens.
The entrance is available from Monday to Friday from 9:00 to 12:00 and from 14:00 to 17:30


STAGE QUINTA VIGIA 
N 32° 38.724 / W 16° 54.942
Olha para o chão. Qual é o ano no "PGR"?
Look at the ground. What's the year in "PGR"?


STAGE PRINCESS SISSI 
N 32º 38.690 / W 16º 55.040
Qual é o 1º ano aos pés da Princesa Sissi.
What's the 1st year at the feet of princess Sissi.


STAGE III - FINAL
Deverá fazer o log durante o dia, o mais tardar até as 22h.
You should do your log during the day, no later than 22h.

N 32° 38,(stage quinta vigia - 1283)
O 16° 54,(stage princess sissi - 945)


Flag Counter

Ladeira da Vinha

Montado do Pessegueiro / Caminho dos Pessegueiros 
Poio da Vinha / Ladeira da Vinha 







Este trilho tem inicio na Antiga Estrada Regional 101, numa das margens da Ribeira do Inferno.
É um percurso com um desnível na ordem dos 1500m que termina no Paúl da Serra (Cache Caminho dos Pessegueiros GC5QKBC) .
A cache está situada praticamente no início do percurso a cerca de 180m de altitude.
No local poderá observar um dos edifícios abandonados do percurso e uma interessante paisagem para a costa.
O percurso é muito pouco utilizado pelo que poderá estar em mau estado e com muita vegetação.
Deverá fazer esta cache apenas com boas condições climatéricas.
This trail starts in the Old Regional Road 101, in one of the banks of Ribeira do Inferno.
It is a path with a gradient of around 1500m ending in Paúl da Serra (Cache: Caminho dos Pessegueiros GC5QKBC).
The cache is located almost at the beginning of the route at about 180m altitude.
At the site you can see one of the abandoned buildings of the route and an interesting landscape to the coast.
The route is very little used so it may be in poor condition and with lots of vegetation.
You should do this cache only with good weather conditions.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Geocaching Video